26
dez 2013
Postado por: 0 Comentário

Os pelos são espessos devido à influência dos hormônios masculinos após a puberdade quando inicia a produção da testosterona há influência direta no aparecimento dos pelos da barba e bigode.

Os princípios ativos mais utilizados são aqueles a base de ácidos, calmantes e antioxidantes. Ácido glicólico, ácido retinóico, isotretinoina, retinol, são inteiramente para evitar o encravamento e a foliculite.

Os produtos a base de cetoconazol também interessam para acalmar e evitar a seborréia. Azuleno, alfa busabolol antiinflamatório e hidratantes não oleosos são importantes para evitar irritação.

Todos os passos para o ato de barbear são importantes, desde a preparação da pele até a finalização.

• Limpeza cuidadosa, com produto adequado, enxaguando e secando bem o local.
Em seguida aplicar um produto de barbear, também adequado ao tipo de pele, amolecendo os pelos, facilitando o deslizar do lâmina e diminuindo a irritação do pele. Muitas vezes o uso de condicionador de cabelo funciona muito bem para proteger a pele no momento do corte.
• Após a limpeza e uso do produto especifico, o pelo deverá ser cortado, de preferência no sentido do crescimento, para evitar lesões.
• É importante que a lâmina esteja em boas condições, evitando usá-las mais de 5 vezes. Evitar usar álcool após barbear.
• Evitar produtos irritantes.
• Fazer compressas geladas ou de chá de camomila.
• Usar loções ou cremes para acalmar a pele.
• Evitar produtos gordurosos, assim como pasta de dente, hipoglos e minancora.

Existem diferente tipos de lâminas:

Aparelhos descartáveis – são jogados fora depois de algumas vezes que são utilizados. Existem descartáveis com 1, 2 ou 3 1âminas. Porem possuem uma tecnologia inferior, e, portanto, não oferecem a mesma performance que os sistemas de barbear.

Sistemas de barbear – são aqueles aparelhos que permitem que seja feita a troca apenas do lâmina/cartucho/carga, conservando o aparelho. Possuem uma tecnologia mais avançada e proporcionam um barbear mais rente.