9
dez 2013
Postado por: 0 Comentário

Cuidados com a Pele – orientações sobre prevenção de doenças de pele e envelhecimento.

Acne

A acne é dermatose crônica, comum em adolescentes e cada vez mais frequente em pessoas maduras. Ela acontece porque as glândulas sebáceas produzem muito sebo e entopem os folículos levando a um processo de inflamação e infecção. Fatores que influenciam: genética, hormônios androgênicos, estresse, uso de cremes gordurosos, uso de suplementos anabolizantes e, as vezes, determinados medicamentos e alimentos com muito açúcar.

Dermatite Atópica

Chama-se atopia a um conjunto de doenças de causas alérgicas que podem estar presentes em vários membros da mesma família como a asma, a rinite alérgica e o eczema atópico. O eczema pode se manifestar desde a infância e costuma melhorar na idade adulta. O quadro é de lesões avermelhadas e com bastante coceira. O rosto, o pescoço, a parte interna dos braços e pernas são as áreas mais afetadas. Um espessamento da pele é comum se as lesões cronificarem.

Dermatite Seborreica

A dermatite seborreica é uma doença de pele crônica, freqüente, não contagiosa, que costuma acometer áreas mais úmidas e gordurosas da pele, como o couro cabeludo e face (principalmente as regiões próximas ao nariz e sobrancelhas). No couro cabeludo é vulgarmente conhecida como caspa e manifesta-se través de descamação e coceira. Na face é mais comumente vista através do avermelhamento e descamação.

Dermatite de Contato

Alergia causada por agente externo de contato com a pele. Pode ocorrer por reação alérgica do organismo ao produto ou por irritação direta dele na pele. Pode manifestar-se imediatamente após a pele entrar em contato com a substância ou através do uso repetitivo através dos anos. Manifesta-se através de lesões avermelhadas que coçam.

Queda de Cabelo

Cair cabelos pode ser um fenômeno natural. É sabido que perder até 100 fios de cabelo por dia faz parte do ciclo fisiológico de crescimento dos pelos. A perda em número maior, o afinamento progressivo de pelos ou áreas de falhas no couro cabeludo podem ser sinais de situações em que a queda deva ser avaliada e tratada. As causas podem ser várias: estresse, genético (calvice), uso de produtos químicos no cabelo, medicações e doenças do organismo.

Alterações das Unhas

Embora as mais comuns sejam causadas por fungos (micoses) e traumatismos, outros fatores podem estar implicados (doenças internas, psoríase e liquem plano).

Rosácea

Doença de pele frequente que causa vermelhidão e inchaço do rosto, principalmente nas bochechas, testa, queixo e nariz. Podem surgir lesões tipo espinhas e, por isso, costumava ser chamada de acne rosácea. Tende a piorar com estresse, mudanças de temperatura, banhos muito quente, bebidas e alimentos muito quentes ou apimentados, bebidas alcoólicas. Devem usar filtros solares regularmente além de fazer uso de medicações apropriadas.

Micoses pele e unha

As micoses são infeções bastante comuns causada por fungos. Prefere locais quentes e úmidos, mas pode aparecer em qualquer parte da pele, unhas, couro cabeludo e mãos/pés.

Psoríase

A psoríase é uma doença crônica e tem períodos e melhora e piora que não tem relação com a idade. Existem várias formas de manifestações sendo a mais comum através de placas vermelhas descamativas. Aparecem mais em cotovelos, virilhas, joelhos, couro cabeludo, final da coluna, porém podem estar presentes em qualquer parte da pele.

Alergia

Lesões que coçam que podem manifestar-se de várias formas e diferentes causas.

Sinais de Pele

Sinais ou pintas de pele são tecnicamente chamados de nevos melanocíticos. Variam de cor e tamanho, podendo ser cor da pele ou marrom-escuros, e medir de poucos milímetros até 5-10 cm de diâmetro. Alguns sinais, presentes desde o nascimento, podem ultrapassar estes tamanhos e acometer grandes extensões da pele; são chamados de nevos gigantes. Devem ser acompanhados, e alguns removidos, pela associação que podem ter com o surgimento do melanoma. É importante realizar o auto-exame da pele de 3/3 meses em casa e revisões anuais dos sinais com o seu dermatologista. Prestar muita atenção a mudanças de cor e tamanho em sinais, assim como, no aparecimento de outros novos.

Câncer de Pele

Câncer da pele é o crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Existem diversos tipos de câncer de pele, os mais comuns são os carcinomas basocelulares (CBC), os carcinomas espinocelulares (CEC) e o melanoma cutâneo, mais perigoso dos tumores de pele. O que deve servir de sinal de alerta: feridas que não cicatrizam até 1 mês após o aparecimento e sinais que apresentam mudanças de padrão (aumento de tamanho, mudança de cor, bordas assimétricas, presença de sintomas como coceira, dor, sangramento, etc.

Dermatoses Virais

Diferentes tipos de vírus que acarretam diversas manifestações cutâneas. Algumas das dermatoviroses comuns são verrugas, molusco contagioso e o herpes. Também existem viroses com manifestações na pele que tem comprometimento em todo organismo como a varicela e sarampo.

Dermatoses Parasitárias

Existem parasitas que podem que podem colonizar a pele e seus anexos. O mais comum está relacionado a escabiose (sarna) e pediculose (piolho).

Lupus

É uma doença auto-imune que apresenta diferentes manifestações clínicas. Seu comprometimento pode ser de uma lesão única até o comprometimento de todo organismo. Acomete principalmente as mulheres jovens em idade fértil.

Esclerodermia

É uma doença auto-imune caracterizada pelo endurecimento localizado da pele até o comprometimento de vários órgãos.

Dermatoses Pediátricas

A gama de dermatoses pediátricas é muito ampla. As mais comuns estão relacionadas a alergias, micoses, viroses, bactérias, sinais e hemangiomas.

Vitiligo

São manchas brancas que surgem na pele por perda da pigmentação. Qualquer parte do corpo pode ser acometida. É mais comum em jovens, porém pode ocorrer em qualquer idade. Alguns tipos de vitiligo podem estar associados a doenças internas e devendo ser investigados.

Hanseníase

A Hanseníase, antigamente denominada Lepra, atinge endemicamente o Brasil. Caracteriza-se por manchas na pele, claras ou vermelhas com ausência de sensibilidade, suor ou pelos. Esta doença, hoje é curável em quase todos os aspectos.

Urticária

É um tipo de reação alérgica muito frequente. É classificada em aguda quando as crises duram menos do que 6 semanas e crônica quando se tornam persistentes por mais tempo. As lesões são áreas de pele vermelhas, edematosas, com muita coceira. Tentem a ir mudando de lugar. Pode ser causadas por medicamentos, alimentos, conservantes, corantes, fenômenos físicos (calor, frio, água) ou doenças da tireóide e, a maioria, não se identifica uma causa precisa. O estresse pode ser um fator precipitante.

Ceratose Actínica

Pequenas “casquinhas”, em geral múltiplas, que surgem em áreas mais expotas ao solar. São diagnosticadas mais pela aspereza que apresentam ao toque do que, propriamente, pela sua forma. Ceratoses actínicas podem com o tempo transformar-se em carcinomas epidermóides e, por isso, devem sempre ser tratadas.